MÉDICO MORTO PELO FILHO EM RITUAL SATÂNICO ERA PASTOR – RADIO VOZ DA VERDADE

O médico urologista Paulo de Oliveira Cesar, de 68 anos, morto pelo filho Guilherme Heringer Cesar, de 22 anos, em Vila Velha (ES), na madrugada de quarta-feira (4), também atuava como pastor na Igreja Evangélica Missão Praia da Costa, também em Vila Velha. A esposa de Paulo e mãe de Guilherme, Raquel Heringer Cesar, de 61 anos, também foi assassinada.

Guilherme tirou a própria vida após cometer o crime – que ocorreu sob circunstâncias macabras, incluindo símbolos satânicos e frases de adoração ao demônio. A Polícia Civil afirma que o estudante matou os pais a facadas.

Paulo Cesar era membro da igreja Missão Praia da Costa desde que ela foi erguida, há 25 anos. Em declaração ao site Tribunal Online, o pastor Simonton Araújo, líder da congregação, comentou a tragédia.

 

– Nós éramos amigos há mais de 40 anos. Ele fazia parte do conselho pastoral da igreja e era uma pessoa muito querida e respeitada por todos. A Missão está chocada e abalada com este crime – contou.

 

De acordo com fiéis da Missão, Guilherme participava de um grupo da igreja. O pastor Simonton o classificou como “um rapaz alegre”.

 

– Eu vi as imagens, mas o rapaz, pelo contrário do que mostram as fotos… Essas questões das cavernas do coração assustam a gente. Jamais imaginei que aquilo existisse, que ele possa ter tido contato com algum livro sobre aquilo. O comportamento dele foi paradoxal. Não é o que conhecemos – disse o líder religioso ao portal Metrópoles.

 

RITUAL SATÂNICO

Paulo Cesar e Raquel foram mortos a facadas. O crime só foi descoberto depois que Guilherme entrou em contato com um parente afirmando que “havia feito uma besteira”. Ele cometeu suicídio em seguida. Sem conseguir contato novamente com o rapaz, familiares foram até o apartamento do casal e levaram um chaveiro para entrar no imóvel. Já na residência, foram encontrados os corpos de Paulo Cesar e Raquel.

 

O médico estava caído no banheiro, e a mulher estava em cima da cama do casal. Ambos apresentavam ferimentos feitos por faca.

 

A cena do crime chocou policiais. O apartamento tinha diversos crucifixos invertidos pintados nas paredes e espelhos, além do número “666”, conhecido como o “número da besta”. Havia também desenhos de pentagrama e algumas Bíblias rasgadas espalhadas pela casa. Em uma delas foi rabiscada a frase “ele me obrigou”.

 

Em uma espécie de altar na sala estava escrito em vermelho um trecho do versículo de Apocalipse 12:12: “Festejai, ó céus, […] o diabo desceu até vós, […] pouco tempo lhes resta”.

 

A Polícia Civil afirmou que o caso foi registrado como duplo homicídio com uso de arma branca.

 

– A Polícia Civil informa que o caso foi registrado como duplo homicídio com uso de arma branca. Segundo informações apuradas por policiais civis do Departamento Especializado de Homicídio e Proteção à Pessoa, o suspeito do duplo homicídio, filho do casal, cometeu suicídio logo após o crime. A arma utilizada no crime foi apreendida e será encaminhada à perícia. Os corpos do casal foram encaminhados para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para serem liberados para os familiares e para ser feito o exame cadavérico – disse a nota.

Fonte: Pleno News

Categoria:Verdade Noticias